Desmatamento: uma responsabilidade de todos

Por Maria Andréa S. de A. Nascimento

Assistindo  a  alguns noticiários na televisão e lendo algumas revistas, como a Revista ÉPOCA, percebe-se que o mundo passa por um problema sério de aquecimento global, sendo que um dos principais causadores é o desmatamento. O problema é mundial como já falei, mas irei abordar somente a participação do Brasil.

Como será que surgiu o desmatamento no Brasil? Quais são as causas e as possíveis soluções para resolvermos esse problema?

Antes de o Brasil ser colonizado pelos portugueses, na chamada fase pré- colonial, os seus primeiros habitantes, os índios, sobreviviam daquilo que a terra produzia. Eles realizavam queimadas e derrubadas de árvores para o plantio da mandioca e a plantação do milho, mas só era derrubado o necessário.

Depois que os portugueses começaram a ter mais contato com os nativos, é que perceberam que naquelas terras teriam muito a explorar, principalmente a árvore do Pau-Brasil, pois sua seiva avermelhada era utilizada para tingir tecidos, tendo muito valor para os europeus. Para conseguir mão-de-obra para carregar as árvores até o litoral, os portugueses faziam trocas de bugigangas (apitos, espelhos, facas e chapéus), o chamado escambo. Em  troca, os nativos  levavam  as madeiras até as caravelas. Foi grande a quantidade árvores derrubadas, mas eles nunca se importaram com a extração de madeira e quais agressões estariam trazendo para o país, pois a visão maior  era tirar tudo que a terra tinha de melhor.

Hoje o desmatamento, também chamado de desflorestamento, atinge a maior parte  do Brasil. Novas descobertas foram surgindo, novos meios de melhoria de vida e novos meios também de enriquecimento. Como a migração de pessoas vinda de outros lugares e outros países foram aumentando, foi também se  tendo a necessidade de  urbanizar. Assim, novas rodovias  foram feitas, novos empreendimentos e indústrias. Outro fator a ser abordado é a agricultura e a pecuária, que influenciaram bastante, pois os grandes latifundiários que produziam muito  precisavam de muitos hectares de terras para serem devastadas para o cultivo da soja, algodão e café, por exemplo, e para a criação do gado bovino.

É louvável  a historia do nosso país quando verificamos que ele passou por todo esse processo de crescimento. Os avanços que temos hoje devemos às pessoas que se dispuseram a crescer e explorar o que tínhamos. É sempre bom termos melhorias e meios de sobrevivência mais sofisticados, mas desde o princípio nunca foi pensado em como contribuir para melhores condições de sobrevivência sem agredir o meio ambiente, pois afinal, antes de visar ao dinheiro precisamos visar à vida no nosso planeta. Nossos filhos têm o direito de viver num mundo melhor.

Alguns jornais e ONGs divulgam que ainda há tempo de nos conscientizarmos para contribuir com o desmatamento. Poderíamos começar com coisas simples: na minha casa nós reciclamos o lixo, separando o que é orgânico do  inorgânico. Outra forma é, na hora de comprar, dar preferência a empresas que se preocupam com o meio ambiente. Um exemplo simples é um produto que todos consumimos todos os dias: o leite. Se, no supermercado tenho duas marcas de leite à minha disposição, e sei que uma delas tem algum programa de proteção ambiental, dou preferência a esta, pois é uma forma de contribuir com o meio ambiente.

Já que falamos de leite, vejamos como a Parmalat consegue fazer a sua parte para proteger o planeta Terra:

“No dia a dia de seu negócio, a Parmalat procura tomar decisões que sempre reduzam ao mínimo possível os impactos de suas atividades e de seus produtos sobre o Meio Ambiente.

Com esta finalidade, por exemplo, a empresa mantém um programa próprio de coleta seletiva que encaminha para a reciclagem 80% dos resíduos produzidos em suas unidades.

“Os materiais recicláveis são separados dos resíduos sólidos produzidos nas  unidades e enviados para um Centro de triagem, onde são separados de acordo com o tipo de material: papel, plástico, metal e vidro.”

É com pequenas atitudes como esta que nós podemos ajudar a salvar o planeta. O desmatamento é exclusivamente provocado pela ação do homem, restando a nós somente uma pequena frase: precisamos fazer nossa parte. E você, está fazendo a sua? Gostaria de propor para os meus colegas que forem ler o meu texto que respondam esta pergunta no comentário que forem fazer.

Anúncios

9 Respostas para “Desmatamento: uma responsabilidade de todos

  1. Acho que nenhum tema está presente de uma forma tão globalizada quanto o aquecimento global. Isso se deve ao fato de que a culpa e a solução não estão nas mãos de um ou de outro, mas de todos os países do mundo. Claro que a China e os EUA são os principais poluentes, e esses sim deveriam ser os que mais contribuiriam para resolver este problema, mas como Andréa mesma disse, todos devemos fazer nossa parte.

    Lembro de uma campanha muito legal de uma montadora de automóveis, que para cada carro vendido eles plantariam uma árvore que sozinha seria responsável pelo CO² que o veículo despejasse na atmosfera. Simples, barato, fácil, e faz muita diferença. Todos hoje investem em combustíveis menos poluentes, energias alternativas, etc. Tudo isso visa ao bem maior que é a sobrevivência do planeta.

    Parabéns Andréa um ótimo tema brasileiro, nunca teria pensado em algo tão presente!

    😀

  2. Toda essa história de aquecimento global, desmatamento, poluição e principalmente a estupidez e ganância do ser humano, me irrita muito. Mas infelizmente, assim como a maioria das pessoas, eu fico naquela de que o problema é global, e mesmo que eu mudasse as minhas atitudes em relação ao meio ambiente, não faria diferença alguma. Com certeza esse pensamento é equivocado e sem dúvida devo mudar.
    Quanto à resposta à pergunta, acho que não estou fazendo minha parte… Mas vou tentar fazer agora! xD

    Parabéns pelo texto Andréa!^^

  3. Excelente tema.
    Acho que tenho feito minha parte, sim.
    Já é uma mania de colocar nos bolços e na bolsa os papeis de bala, evitar usar sacolas plásticas como de supermercado, o que couber na bolsa eu tô colocando,rs. Separar o lixo para reciclagem.
    A cada dia procuro praticar uma “gentileza urbana”.

    😛

  4. Bela escolha de tema, meu amor. Vivemos um grande problema em relação ao meio ambiente, e a questão não é tão simples, fácil de resolver, mas acredito que cada um pode e DEVE fazer a sua parte. Fico muito irritado quando vejo alguém jogando lixo do carro, na rua ou quando alguém anda com um cachorro deixando a sujeira nas ruas.
    Procuro, ao menos, ser educado. Chego a andar quilômetros (exagero, é claro :D) com algum papel de bala na mão só por não achar uma lata de lixo onde jogar.
    Uma boa sugestão que adotei é o “Faça o xixi no banho”. Parece coisa de criança, mas economiza bastante água.

    Gostei do texto, meu amor, e faço aqui um elogio ao seu esforço: pesquisou muito para suprir a “falta de criatividade” que a atingiu. Correu atrás, leu muitos artigos e reportagens na internet, enfim, agiu com esmero em relação ao blog.

    Um cheiro.

  5. Parabéns Andrea!
    É um tema muito atual, mas que mesmo assim ninguém pensou.
    Bem, acho que faço a minha parte, mas não é diretamente por causa do meio ambiente, nesse caso, às vezes penso igual a Débora “Será que apenas EU farei a diferença?”. Faço mais por educação, por saber que é o correto. E o que mais me irrita é que tem muitas pessoas que sabem, que se preocupam com o mundo que vão deixar para seus filhos e mesmo assim, simplesmente, “esquecem” de ajudar.
    Meu estojo, bolso de calça, mochila,..vivem com papel de bala. Acho até mais cômodo colocar logo o papel no bolso que ficar esperando a boa vontade dos governantes de colocarem mais lixeiras nas ruas. Quando chegar em casa joga no lixo. 😀
    Nunca havia parado pra pensar que fazer xixi no banho economiza água, e eu sempre faço isso kkkkkk

    Parabéns pelo empenho Andrea!

    xD

  6. O ser humano já encontrou uma maneira de acabar com todas as injustiças do mundo (diga-se: fome, violência, preconceito…): Acabando com o mundo. É isso mesmo, parece piada mas não é? Tento fazer minha parte com relação ao lixo que produzo: espero o tempo que for possível para jogar em uma lixeira. Acredito que além de fazermos nossa parte, somos obrigados a propagar essa idéia de limpeza e educação, assim, quando virmos alguém cometendo algum ato de vandalismo (jogando lixo no chão) devemos repreendê-lo.

    Flw, e parabéns pelo texto. Segunda vez que você surge com um texto assim, o primeiro foi sobre o recismo, e agora este. Parabéns!!!

  7. Bom
    Todos os dias acompanhamos na televisão,as catástrofes climáticas e as mudançãss que estão ocorrendo rapidamente no clima mundial, nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos.
    Precisos pensar e fazer rápidamente me algo para cabar com toda essa gânancia do homem.
    Cuidar do planeta, é tarefa de todos nós e é essencial para as nossas vidas!
    Pensee nisso…

  8. Pingback: Queimada… E a floresta está desaparecendo. « Cantinho da Poesia & Luz para a Vida.

  9. se cada um fizesse a sua parte o planeta não estaria tao devastado como está.façam sua parte sem pensar se o outro vai fazer a parte dele ou não, o importante é você fazer a sua.não só colocando lixo em seu devido lugar como não desperdiçando papel de caderno sem necessidade por que a celulose que faz o papel vem da arvore então quanto menos papel você gastar menos arvore é derrubada.e prestem atenção na compra de móveis sem fiscalização e selo garantia,se vocês não prestarem atenção na hora da compra vocês estão contribuindo para o desmatamento clandestino.pense bem:ah,incentive as crianças a plantarem arvores eles vão se divertirem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s