Vale a pena ver de novo

Por Maria Andréa Souza de A. Nascimento

– Chamo-me Anilza Leone, sou filha de pessoas simples, nasci e me criei em um pequeno município no Sertão da Bahia. Todos da região gostavam muito de assistir a novelas (um excelente meio de distração), já que um fazendeiro muito rico da região tinha colocado uma televisão na Praça da Igreja, para todos irem assistir. Meu pai gostava muito de ir – minha mãe nem tanto, pois ela ficava cuidando dos filhos em casa – e observava os nomes dos atores para poder colocar no próximo filho que minha mãe estava esperando. Ele sempre dizia que era para dar sorte. Nasci no ano de 1960, fui a última das filhas, e desde quando minha mãe soube que iria dar à luz um bebê, ela já começou a pensar em nomes de atores famosos, um de menino e outro de menina. Minha mãe tinha 12 filhos, cada um com um nome de artista diferente: Emiraldo, Enesto, Anilzo, Mirosmar, Tanionar, Bielgo, Mauricio, Miguel, Joenildo, Herbert, Dercy e, finalmente, eu, Anilza Leone. O sonho de meu pai era que um dos seus filhos se tornasse ator ou atriz de televisão, mesmo sabendo que o lugar onde morávamos era muito longe de São Paulo. Cada um dos meus irmãos seguiu uma vida totalmente diferente da que ele traçou, pois todos se casaram, tiveram filhos e foram morar no Rio de Janeiro em busca de uma melhor condição de vida. Quando fui crescendo era a única que acompanhava meu pai para assistir às novelas. Quanto mais eu ia ficando moçinha, mais me dava vontade de me vestir como aquelas atrizes. Quando alguma coleguinha me chamava para brincar de boneca eu sempre dizia que era bobagem, só queria brincar de imitar atriz de televisão. Meu pai ficava muito orgulhoso de saber que sua filha poderia realizar seu sonho e se tornar atriz. Hoje estou com 48 anos, moro em um apartamento luxuoso na Praia de Copacabana, tenho minha vida independente e muito sucesso na minha careira profissional e isso tudo graças às muitas novelas assistidas, pois foi através delas que comecei a pensar de forma diferente e querer o melhor para mim.

Na vida há pessoas que nos conduzem a bons ou maus caminhos.  Os meus pais sempre me conduziram para o bem. Devo tudo a eles, que sempre me incentivaram e fizeram tudo para eu estar onde estou agora, me mostrando sempre, através das novelas, que podemos buscar a felicidade. Ela nos ensina de forma teatral as coisas boas da vida e a ver o mundo de forma real, e ensina também que nós nunca devemos deixar de sonhar. Para mim é importante a liberdade de escolha, afinal somos todos livres. O desejo de casar ou não, e quantos casamentos posso ter. Esse foi mais um ensinamento que recebi das novelas.

Já participei de várias novelas, com atores respeitados e estou ensaiando para a minha próxima novela, que será lançada no ano de 2011, de Gloria Amaral.

A entrevistadora olha para ela e pergunta:

– Você é feliz vivendo assim com toda essa liberdade?

– Sim, sou muito feliz. Primeiro porque não sou feia, já que tenho muito dinheiro para me cuidar. Depois fiz a opção de não ter filhos, pois para mim filho só serve mesmo é para atrapalhar a vida e nos deixar defeituosas. Além disso, existem muitas crianças querendo ser adotadas, e se um dia eu quiser ter um filho, farei como a Angelina Jolie. Por isso ela é tão bonita. Mulher esperta, não?

O publico que estava no auditório concordava com tudo que aquela mulher famosa falava, especialmente as mulheres, que eram a maior parte, e que riam da última resposta.

-Só mais uma pergunta para encerrarmos nosso programa: Você não pensa, quando os anos passarem, em como será estar sozinha sem ninguém para te acompanhar?

– Bem….. Não. Tenho feito muitas plásticas, não pretendo ficar velha tão cedo, e se ficar, com certeza já deixarei alguém pronto para providenciar tudo o que for necessário. Não perco meu tempo com essas bobagens, a vida tem mesmo é que ser curtida e pronto. E digo mais: nossa vida precisa ser uma verdadeira novela. Eu vivo desse povo que me aplaude, e do trabalho que tenho feito durante todos esses anos da minha vida em dedicação a eles.

A apresentadora terminou sua entrevista agradecendo ao público pela grande audiência que teve com aquele programa inédito. Em seguida, Anilza Leone se levantou mandando beijos para seu público e se dirigiu em direção ao pátio, onde se encontrava seu jatinho à sua espera. Seus admiradores a acompanhavam, mandando beijos e dizendo que a amavam.

Anúncios

8 Respostas para “Vale a pena ver de novo

  1. Oi, meu amor.

    Gostei muito da sua narrativa. Eu sempre acompanho bem de perto o andamento dos seus textos, dando opiniões aqui e acolá. Neste caso pude perceber a sua evolução. Você havia começado uma história que não rendeu e, percebendo isso, começou essa outra, tendo-a desenvolvido rapidamente, não fugindo ao tema da rodada e dando uma abordagem original e divertida.

    Fico muito feliz de ver como seus textos vêm amadurecendo. O processo de escrita é lento, mas a evolução só é possível através da leitura e do exercício da própria escrita.

    Parabéns, meu amor.

  2. Parabéns Andrea!
    Dá para perceber claramente que essa não é sua opinião, mas você defendeu bem, criando um personagem totalmente fora dos seus padrões, seguindo o tema da rodada.
    Parabéns!
    Não tenho nada contra em assistir a novelas. É só eu não absorver as porcarias que elas tentam promover. rsrsrs

    xD

  3. Parabéns Andrea pelo texto. Tenho absoluta certeza que você não acredita em Anilza Leone. Criou um personagem com um pensamento totalmente diferente do seu, e por isso os parabéns. Estou gostando muito dessa rodada devido ao desafio que é defender algo no qual não acreditamos. Acredito que tenha cumprido com o tema proposto.

    Parabéns.

  4. Essa rodada está bem legal. Para aqueles que achavam que seriam textos chatos e briguentos, em que um ficaria enumerando prós e contras, a rodada está muito boa! Diria que está sendo uma das melhores até o momento. Personagens originais e que descrevem bem seus motivos, que nunca são os mais óbvios, para defender suas opiniões.

    Parabéns Andréa, o texto está bem legal e até com um nível cômico que prende nossa atenção.

    Cada vez mais meu papel de juiz está sendo dificultado pelo ótimo nível que os textos vêm apresentando.

    Parabéns!!

  5. “Ela (a novela) nos ensina de forma teatral as coisas boas da vida e a ver o mundo de forma real, e ensina também que nós nunca devemos deixar de sonhar.”
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Que bela defesa dos “sem-cérebro”, Andrea! Eu realmente não esperava que você defendesse tão bem comportamentos que lhe causam aversão.
    Gosto de novelas, o que me custa muitas críticas, e acho chatíssimo aquele papo de manipulação visto num manual marxista ou de opinião da direita que tenta posar de culta.
    Parabéns!!!

  6. Estou muito grata pela atenção de todos que leram me texto.
    Muito obrigada a todos.tenho que assumir que cada texto que escrevo não está sendo fácil, mas é justamente das dificuldades que colhemos frutos.
    Beijos a todos!!!!!

  7. É, realmente para os que ainda precisam fazer os textos, carregam uma grande responsabilidade, visto que todos que foram escritos até aqui, demonstram um nível alto e impressionante.
    É Andréa, com certeza pra você foi um grande desafio defender algo tão tosco quanto a novela =D. Mas ao mesmo tempo que você “defendia” esse ponto de vista, dá pra perceber claramente que essa não é realmente a sua opinião. E o final, a abordagem no tema da solidão da vida “Moderna”, onde as pessoas pensam apenas em sua vida profissional e na estética, resumindo em uma palavra: a independência, que o mundo atualmente muito prega, mas que acaba jogando a vida das pessoas para o buraco.

    Mas muito bem cunhada xD
    muito bom texto, parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s