Sete obras de Misericórdia – Caravaggio

Por

Por José Eduardo Ribeiro Nascimento

Anúncios

3 Respostas para “Sete obras de Misericórdia – Caravaggio

  1. Coincidentemente, na sexta-feira, um amigo meu, também formando em História, visitou-me no trabalho para despedir-se, pois vai sair do Estado, e puxou uma discussão justamente sobre este artista, visto que existe um embate com um dado professor acerca do dilema taxonômico sobre suas obras: seria ele um barroco explícito ou um neo-renascentista? Ri com a coincidência, visto que ainda não havia cumprido a minha promessa de rever a cine-biografia ultra-pós-moderna realizada pelo Derek Jarman, promessa esta que vira OBRIGAÇÃO a cada dia (risos). Minhas obras preferidas são a do Narciso e a do “Saturno Devorando Seus Filhos”. De resto, sou leigo nele. Muito até.

    WPC>

  2. Assim que vi o quadro (na verdade, assim que vi o título do quadro), meu cérebro católico imediatamente se perguntou: Você sabe quais são as sete obras de misericórdia? Obviamente não se tratava de um título aleatório, mas DAS sete obras de misericórdia assim definidas pela Igreja.
    Antes de pesquisar no Google, tentei encontrar alguma ali, evidente.
    Encontrei um homem nu (provavelmente, imaginei, o “estive nu e me vestiste”, uma obra de misericórdia); uma mulher dando o seu seio a um homem idoso (tive fome e me deste de comer, segunda obra); um homem morto (enterrar os mortos, pensei, seria uma terceira obra).
    É evidente que o quadro está repleto de simbolismos: em frente ao homem sentado e nu há uma espécie de reflexo de outro homem; no canto esquerdo, outro aparentemente bebe alguma coisa (poderia ser a quarta obra, tive sede e me deste de beber); um homem meio gordinho no lado esquerdo olhando para dois homens bem vestidos aponta na direção que leva para fora do quadro (que quer dizer ele?); No alto, dois anjos quase caindo, como se quisessem evitar que algum daquelas personagens fizesse alguma coisa; no alto, provavelmente Maria e o menino Jesus. Um quadro lindo, deveras.
    Ah, sim! As obras de misericórdia corporais são:
    1-Dar de comer a quem tem fome;
    2-Dar de beber a quem tem sede;
    3-vestir os nus;
    4-visitar os doentes;
    5-visitar os presos;
    6-acolher os peregrinos;
    7-enterrar os mortos.

    Os dois homens ao centro devem ser os peregrinos, a quem o gordinho acolhe;
    Agora, neste exato momento, percebi que o mesmo homem que está se alimentando do seio da mulher está preso. Vejam as grades. Faltou o doente.
    Fui atrás na internet e vi que é o tal homem meio fantasmagórico do reflexo.
    Gostaria muito, muito de ver um quadro desses ao vivo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s