As aventuras do Caça-Feitiço – O Aprendiz – Joseph Delaney

Por José Reinaldo do Nascimento Filho

Terminei.

O Caça-Feitiço treinou muitos, mas pouquíssimos terminaram o aprendizado”, disse minha mãe. “E os que terminaram não se igualam a ele. São medíocres ou fracos ou covardes. Tomaram um caminho equivocado. Recebem dinheiro pelo pouco que fazem. Portanto, agora só resta você, filho. Você é a última chance. A última esperança. Alguém tem que enfrentar as trevas. E você é o único que pode”.

Thomas J. Ward é “o sétimo filho de um sétimo filho”, e por esse motivo está destinado a enfrentar as criaturas mais terríveis que assolam o seu Condado. Para tanto, esse pequeno garoto, que tem o incrível dom de ver criaturas sobrenaturais, é treinado e educado pelo famigerado, mas respeitado e já conhecido na região, o Caça-Feitiço, John Gregory, para transformar-se em um tipo de “exorcista”.

Os dois enfrentarão hordas de ogros, feiticeiras e fantasmas (que surgem sempre quando o sol se põe). Para fechar o grupo das personagens principais é que entra em cena a figura carismática de Alice, uma linda, branca e misteriosa adolescente (essa, por sua vez, cresce para se tornar uma feiticeira). Se ela escolherá o outro lado da força não importa nesse momento, pois o que realmente interessa é que ela coloca o inexperiente aprendiz numa assustadora enrascada. Alice é enganada por sua tia e convence Thomas a libertar uma antiga bruxa: Mãe Malkin. A partir daí… leiam o livro (ou não).

E agora, como cheguei a esse livro:

Estava lendo Infância, de Maksim Górki, quando comecei a folhear essa pequena “jóinha”. Gosto de perambular com os meus livros, e foi durante uma visita a casa de grandes amigos, que um deles – contagiado pelas páginas iniciais do russo – deu início à leitura desse clássico da literatura universal. Fiquei com “as mãos abanando”. E agora? Não posso ser pedra de tropeço. Deixe o garoto com livro, disse Jesus para mim. Você pode resolver isso facilmente, meu filho: vá às obras do jovem Eduardo, seu irmão, e escolha algum livro. Simples assim. Certo, Senhor, respondi. Então eu fui. Sondei a estante do “brother” e me deparei com londrino Joseph Delaney lá, me esperando, torcendo para que alguém desse andamento no curso de “Aprendiz de Caça-Feitiço”. Peguei-o e fui ao… Comecei a lê-lo, e não consegui parar. Divertido, simples e ágil. Uma aventura. Um Harry Potter. Um Eragorn. Um Nárnia… Estava precisando de algo menos denso e psicológico. Equilibrar sempre faz bem.

Ah, sim. Querem saber mais sobre essa série (sim, é uma série)? Comprem as continuações: A MaldiçãoO SegredoA BatalhaO ErroO SacrifícioO PesadeloO Destino, sendo que no Brasil apenas os quatro primeiros foram lançados.

Anúncios

3 Respostas para “As aventuras do Caça-Feitiço – O Aprendiz – Joseph Delaney

  1. Sobre este, tenho pouco a opinar… Não faz meu gênero. Creio que, se um dia eu chegar a lê-lo, será por vias “abanosas” semelhantes às tuas, o que, diga-se de passagem, foi o que me levou a ler HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE, aliás, uma mera casualidade.

    Quanto ao lance do equilíbrio, digamos que é o que explique por que eu defenda tanto a necessidade de ver filmes ruins entre os clássicos que me fascinam. Se tudo (não) der certo, já programei para ver XUXA EM SONHO DE MENINA com minha mãe na quarta-feira (risos). Tomara que eu nao precise (kkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

    WPC>

  2. Eragorn seria uma mistura de Eragon + Aragorn (Senhor dos Anéis)? kkk, comprei o livro principalmente por que achei-o bonito, com seus detalhes em alto-relevo. Também parece que já virou mania meus irmãos lerem meus livros primeiro do que eu. Mas agora, só pra variar um pouco, peguei O cortiço, recém comprado por Leonardo, e vou Lê-lo primeiro. No mais, esse livros está em algum lugar na minha grande lista de livros que comprei e não li ainda. Em breve….

  3. Terminei de ler o livro agora, e decidi não fazer um post sobre ele (pra não ter que ficar colocando mais do mesmo aqui). Vamos às minhas impressões:

    – O livro tem uma linguagem simples (mas não simplista) que me agradou bastante. Ótimo para se ler.

    – A aventura do personagem é muito legal. Pouco foi explicado sobre o Condado (a região em que o caça-feitiços atua), mas temos impressões interessantes sobre ele. Uma grande região, assolada por sombras, feiticeiras, ogros, fantasmas…

    P.S.: Ao contrário do que diz no texto de Reinaldo, o mundo NÃO é assolado por Hordas de ogros e feiticeiras. Eles existem, mas agem em segredo, e, no geral, sozinhos. Por horda a gente pensa que as colinas ficam cobertas de monstros, e o aprendiz saca sua espada e galopa em direção ao perigo….

    – Ótimos personagens, e um desenrolar de história que prende você até a última página. Os perigos são reais e as feiticeiras são realmente perversas, baseadas nas grandes feiticeiras dos contos e lendas do folclore europeu, como Baba Yaga.

    Ótimo livro. Tenho que comprar logo os próximos.. 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s