E Não sobrou nenhum – Agatha Christie

Por José Reinaldo do Nascimento Filho

Terminei.

Para você, leitor, que gosta de séries televisionadas no melhor estilo LOST, FRINGE, WITHOUT A TRACE (entre tantos outros possíveis exemplos), nas quais, um apanhado de personagens – com passados obscuros, diga-se de passagem – são atirados aos montes sobre o olhar apreensivo do espectador, esse livro é perfeito para você (que propaganda, não?!).

No romance, a pequena Ilha do negro foi comprada por algum ricaço; esse, por sua vez, contratou, para cuidar da estonteante mansão, um humilde casal de idosos; estes, lá chegando, encontraram uma série de instruções deixadas pelo desconhecido e milionário comprador. Dias depois, oito pessoas, convidadas através de cartas, chegaram à mansão: Wargrave, arguto juiz aposentado; Vera Clarytone, néscia secretária; Philip Lombard, iníquo policial; Emily Brent, solteirona e conservadora; General Macarthur, petulante e curioso; Dr. Armstrong, médico arrogante e brilhante; Tony Marston, sorriso sardônico de “popstar”; e o Sr. Blore, o mais sombrio das personagens, vindo da África.

Um belo e luxuoso casarão; ótima comida, somada à humilde e prestativa serventia do casal que mais parecia ser dono do lugar. Apesar da perfeita e incorrigível recepção, algo deixou os convidados intrigados: onde estão os donos? Por que estamos aqui mesmo? E se isso não fosse suficiente, após o jantar, um alto-falante começa a revelar os mais obscuros e torpes segredos dos presentes: o crime que cada um havia cometido.

O medo e a angústia começam a dominar suas mentes. Os mais sensatos (ou mais estúpidos) procuram entender a situação pela qual estão passando; outros, simplesmente, procuram pensar numa maneira de sair daquela Ilha. Todavia, o mar estava agitado em demasia: uma forte tempestade se aproximava rapidamente. Os convidados dão início à troca de acusações e impropérios. Não é necessário muito tempo para que a primeira pessoa venha a desaparecer…

E para consumar os sentimentos de angústia e desespero, um poema infantil – escrito na parede de todos os quartos – instiga a curiosidade de todos:

 Dez negrinhos vão jantar enquanto não chove;

Um deles se engasgou e então ficaram nove.

Nove negrinhos sem dormir: não é biscoito!

Um deles cai no sono, e então ficaram oito.

Oito negrinhos vão a Devon em charrete;

Um não quis mais voltar, e então ficaram sete.

Sete negrinhos vão rachar lenha, mas eis

Que um deles se corta, e então ficaram seis.

Seis negrinhos de uma colméia fazem brinco;

A um pica uma abelha, e então ficaram cinco.

Cinco negrinhos no foro, a tomar os ares;

Um ali foi julgado, e então ficaram dois pares.

Quatro negrinhos no mar; a um tragou de vez

O arenque defumado, e então ficaram três.

Três negrinhos passeando no zoo. E depois?.

O urso abraçou um, e então ficaram dois.

Dois negrinhos brincando ao sol, sem medo algum;

Um deles se queimou, e então ficou só um.

Um negrinho aqui está a sós, apenas um.

É fácil deduzir, não é? As pessoas serão assassinadas seguindo a lógica do poema. De que jeito? Hummm, é preciso ler.

Uma leitura rápida e sem maiores pretensões. Apenas divertido.

Ps: Se eu não estiver enganado, o último contato que eu tive com Agatha (“Assassinato no expresso oriente” e “Dose Mortal”) foi em 2003. Caramba! Tem tempo, não é?!!

Anúncios

3 Respostas para “E Não sobrou nenhum – Agatha Christie

  1. Olha só…

    Quantas coincidências recentes estão me tomando por causa deste livro…

    Recentemente, uma grande amiga viu a versão fílmica do mesmo – chamada O VINGADOR INVISÍVEL, péssimo título, aliás, mas dirigido por um gênio francês, o René Clair – e ficou impressionada com a qualidade. De hoje que eu estou com este filme baixado em casa, mas não tive como vê-lo ainda. Agora me é mais do que obrigação (risos)

    E os livros da Agatha Christie fazem muito bem: é a perfeita demonstração de produto cultural de massa com inteligência. Ela é muito, muito boa, faz nossa mente latejar!

    WPC>

  2. Eu estou terminando de ler esse livro. É muito interessante como a autora prende o autor com a sua instigante estória.
    Eu recomendo!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s