Contos da cripta

Por José Reinaldo do Nascimento Filho

Contos da Cripta (ou  Tales from the Crypt no original), seriado de terror que mesclava sangue, comédia, rock roll e sexo, apresentado pelo boneco da imagem acima, e criado a partir das historias em quadrinhos, de Maxwell Gaines, foi um grande sucesso televisivo transmitido pela não mais aclamada rede Bandeirantes (aquela do Neto) inicialmente em 10 de junho de 1989 a 19 de julho de 1996.

Com fascinantes atuações kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e com um elenco de tirar o fôlego – muitos dos bons atores encontrados nos seus mais de 94 episódios hoje rendem milhões à indústria hollywoodiana -, esse programa marcou a minha infância, e acredito que a de muitos leitoras desse blog. Todavia, um episódio em especial ficou guardado na minha cabeçona e volta e meia vem me atormentar: Split second (traduzido aqui para Décimos de segundo).

Nesse episódio, uma bela senhora, esposa de um bruto lenhador, se apaixona por um belo rapaz – de cabelos lisos e sedosos – funcionário do marido, atraindo-o à sua cama. Este último, por sua vez, descobre, tardiamente, e resolve por fim ao caso dos dois. Acometido de forte ira, o traído espanca, com um machado, o pobre rapaz, ao ponto de deixá-lo cego e quase aleijado. Este, ajudado pelos amigos (também lenhadores), tem a sua brutal vingança sangrenta contra o agressor e contra a estonteante ex-amante de uma maneira extremamente inusitada e engraçada…

Vale conferir. Muito bom!

Acesse os vídeos clicando nos links abaixo:

Split second – parte I: http://www.youtube.com/watch?v=rYfhsuP4dUs&feature=related

Split second – parte II: http://www.youtube.com/watch?v=LvRXVr_T53s&feature=related

Split second – parte III: http://www.youtube.com/watch?v=MZglr8-F5ME&feature=related

Split second – parte IV: http://www.youtube.com/watch?v=0YQ89v846nY&feature=related  

Anúncios

Uma resposta para “Contos da cripta

  1. Sou fã deste seriado genial até hoje…
    meu episódio favorito era protagonizado pro Sonia Braga: ela interpretava uma médica, que é assassinada por seu marido, crente de que ela o traía com outro médico, com quem passava muitas horas… Deixa estar que, no final-reviravolta soberbo do episódio, o marido dela, depois que assassina ambos, descobre que eles passavam tanto tempo juntos porque tentavam buscar uma cura para uma doença terminal que o acometia… Aí, ele chora e se arrepende: tarde demais… perfeito!

    WPC>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s