Vídeo: Conhecendo autores brasileiros contemporâneos – Parte I

Muitos leitores têm uma trava com a literatura brasileira. São muitos os que costumam ler quase que exclusivamente autores estrangeiros, e quando pensam num escritor brasileiro, acabam citando Clarice Lispector ou Machado de Assis.

Neste vídeo, falo dos autores brasileiros contemporâneos (escritores vivos e em atividade) que eu já li. Pode ser que nesta lista você se sinta atraído por algum livro e acabe descobrindo que há muita coisa boa sendo escrita no Brasil.

 

8 Respostas para “Vídeo: Conhecendo autores brasileiros contemporâneos – Parte I

    • Vai na fé. Se já leu Faulkner ou Guimarães Rosa, não vai estranhar. É de altíssima qualidade. Prepare-se para personagens que gostam de remoer as coisas.

  1. Parabéns pelo blog, acabo de deixar um comentário em outro post sobre uma dúvida literária e aproveito para pedir mais uma indicação sua! A maioria dos blog literários possuem resenhas pessoais sem nenhuma referência às qualidades do texto, e são muito teens, não tem como dar credibilidade a um blog que dá nota excelente a todos os livros que resenham e rasgam seda para coisas como “Querido John” que eu li até a metade porque uma amiga me deu de presente….rs!

    Queria aprofundar meu conhecimento literário critíco e gostaria de ler um livro de teoria literária, tem algum livro que você poderia me indicar neste sentido, mas que não fosse exageradamente acadêmico, mais que poderia me ajudar a entender melhor, ter uma base sobre o tema para saber quando uma critíca literária esta embasada nos critérios técnicos e quando o critíco esta sendo tendêncioso?

    Excelente video, muito bom saber de novidades que valem o investimento, anotado! Abçs!

    • Gosto de ler sobre o processo de escrita e sobre a escrita em si, apesar de não ter (nem pretender ter) formação acadêmica em literatura. Assim, meus textos não são mais que o meu olhar sobre o que li, com o óbvio acréscimo das minhas experiências pessoais. Não sou comprometido com nada além do meu gosto, por isso não tenho problemas em apontar se gostei ou não gostei de um livro. Apesar disso, jamais procuro ler livros apenas para detoná-los e tentar conseguir alguma atenção para o blog. Todos os livros que li e resenhei até hoje foram tentativas honestas de me divertir com a literatura, mesmo que tenha havido alguns percalços (há pelo menos dois casos de livros que detestei em absoluto, e não escondi isso).

      Tenho alguns livros na minha estante que falam de literatura, a partir de uma perspectiva mais crítica, sem, contudo, serem livros de crítica literária. São eles:

      – Como funciona a ficção, de James Wood – https://catalisecritica.wordpress.com/2011/05/02/como-funciona-a-ficcao-james-wood/

      Este é um dos meus favoritos. Ele explica o que o título já entrega: como funciona a ficção. O processo dos personagens, os tipos de narradores, por que alguns escritores são fantásticos, outros não, tudo numa linguagem irresistível.

      – Como e por que ler – Harold Bloom – Este foi o primeiro destes livros que eu tive, e o responsável por eu chegar a Cormac McCarthy. É também um livro fantástico, que faz você se apaixonar ainda mais pela literatura.

      – O zen e a arte da escrita – Ray Bradbury

      – On Writing – Stephen King – https://www.youtube.com/watch?v=sECtUDQYaEw

      Li no Kindle. É um relato semiautobiográfico, por meio do qual King fala da sua infância, da sua história com os livros e do que ele aprendeu do ofício da escrita. Um dos melhores livros que li no ano.

      É isso. Um abraço e até mais!

  2. Obrigado mais uma vez pela sugestão e esclarecimentos, estava pretendendo comprar este livro: Para Ler Romances Como Um Especialista do Thomas C. Foster, mas este do James Wood parece ser o ideal para um principiante iniciar-se na teoria literária e vou decidir entre os dois.

    Já li um pouco do livro Gênios do Harold Bloom e apesar de eruditíssimo, o que permite ler as analises dele é que ao mesmo tempo em que possui uma escrita sofisticada consegue fazê-la muito atraente!

    Mas você a de concordar comigo em algo, as pessoas (falo dos defensores da ideia que o importante é ler sem nenhum critério) são preguiçosas e um tanto quando ignorantes, os blogs teens que citei na maioria possuem um número razoável de seguidores, em contrapartida os poucos blogs que fazem resenhas críticas com um pouco mais de técnica não conseguem o mesmo ibope, e o pior, quando alguém de um blog teen lê uma crítica apontando erros que desqualificam um livro até mesmo para puro entretenimento eles ficam raivosos e atacam sem nenhum argumento, querem que mesmo um livro ruim ou péssimo seja considerado bom porque ela gostou, pura vaidade!!?!!

    Ler um livro ruim e gostar não faz de ninguém um idiota, na pior das hipóteses é falta de maturidade literária algo completamente compreensível, agora querer justificar que o ruim é bom sem ao menos buscar conhecer os critérios que classificam determinado evento já é burrice! Seria o mesmo que um sujeito querer dizer que um carro popular que nem air bang tem é tão bom quanto uma BMW, pelo simples fato dele não poder comprar a BMW, não dá!

    Mas uma vez grato pelas indicações, abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s