Desafio Literário – 31 dias, 31 livros #1

Por Eduardo

Agora em janeiro iniciei um desafio de leitura, de título auto explicativo. Essa ideia eu já vinha desenvolvendo há alguns meses, e me foi dada por um colega de trabalho, e leitor do blog, Ítallo. Resolvi pô-la em prática em minhas férias, e hoje estou já com quase 50% do desafio concluído. Neste primeiro post, pretendo dar uma visão geral sobre o desafio, e depois, sobre os livros lidos na primeira semana.

DL - Lista

A primeira coisa a se ter em mente é o tamanho dos livros, que deve variar conforme a velocidade de leitura de cada um. Estipulei para mim que, no geral, os livros deveriam ter uma média de 150 páginas. Alguns livros, como O falcão Maltês, 190 páginas, ultrapassam o limite, mas são equilibrados por outros, como Carta ao Pai, 83. Meus 31 livros somaram 4706 páginas, uma média de 152 páginas por dia. Outro ponto que busquei no desafio foi de que deveriam ser todos livros inéditos, e de 31 autores diferentes.

Uma dificuldade que me apareceu é que, como os livros são muito diversos entre si, às vezes fica difícil conseguir focar o sentido de determinada leitura. Por exemplo, dia 5 li Peter Pan, uma história clássica, mas infantil. Dia 6 passei para Um copo de cólera, um livro pequeno, mas de grande proporção psicológica. Essa mudança brusca de foco na leitura torna difícil filtrar o potencial do livro, e de uma maneira geral, não deixa a leitura fluir normalmente.

Dia 1: Rangers – Ordem dos Arqueiros, vol. 1: Ruínas de Gorlan – John Flanagan

DL - dia 1 - Rangers

Esse livro eu tinha vontade de ler já há vários anos. Não fosse essa vontade antiga, talvez não o tivesse comprado. É o maior livro em número de páginas, mas também o de linguagem mais simples e direta, infantil. Como os leitores mais antigos do blog hão de saber, sou fã de livros de ficção fantástica, de forma que já tenho certa experiência com esse tipo de livros, que, no geral, não são mais do que amontoados de clichês. Alguns raros livros são verdadeiros achados, e trazem, se não uma estória nova, uma ambientação original, um estilo, uma forma de conta diferente; é o caso d’A Crônica do Matador do Rei, As Aventuras do Caça Feitiço, etc. Não é o caso de Rangers (que, a propósito, tem esse nome, mas no texto do livro é utilizado apenas a palavra arqueiro, termo ordinário para uma ordem tão importante e imponente), que mostra uma história batida, sem encontros ou personagens originais. Ao término da leitura, nada no livro criou em mim a curiosidade de ler os outros 11 livros da série.

2 estrelas em 5

DL - dia 2 - Vermelho Amargo

Dia 2: Vermelho Amargo – B. C. Queiróz

Esse pequeno livro foi escrito em forma de fluxo de pensamentos de um menino que acabou de perder a mãe. Tem várias passagens bonitas, mas não é o tipo de livro que me desperta o interesse. Ele já foi resenhado aqui no blog, confira.

3 estrelas em 5

DL - dia 3 - O Velho e o Mar

Dia 3: O Velho e o Mar – Ernest Hemingway

Também já resenhado aqui no blog, o Velho e o Mar é um livro para ser lido de uma sentada só. Com uma linguagem simples, Hemingway conta a história de um velho pescador, que já não pega nada há 3 meses, e parte sozinho pro oceano, onde acaba fisgando o maior peixe de sua vida. O livro é filosofia sobre a vida, leitura obrigatória para todos.

4 estrelas em 5

DL - dia 4 - Carta ao Pai

Dia 4: Carta ao Pai – Kafka

Kafka é um dos meus escritores favoritos. O processo e o Castelo estão na lista dos melhores livros que já li, de forma que a leitura de qualquer outra obra de Kafka é por mim esperada com grande ansiedade. Carta ao Pai é um texto real, que Kafka tencionava entregar ao pai, mas desistiu. Kafka desabafa todas as mágoas que tem do pai, desde a infância até a idade adulta. Não me agradou muito, em virtude de ser o texto tão pessoal, apesar de  entender a importância deste texto na interpretação da obra kafkiana como um todo, a leitura é chata e terminei sentindo antipatia por Kafka, que se apresenta como um filho chato, perturbado.

2 estrelas em 5

DL - dia 5 - Peter Pan

Dia 5: Peter Pan – J. M. Barrie

Uma das histórias infantis mais famosas, imitadas e parodiadas. Essa edição da editora Zahar apresenta uma tradução fiel ao texto original, sem adaptações. Fica destacada na mente a violência apresentada no livro, para um texto infantil. A maior diversão de Peter Pan é matar piratas, com chutes e espadas.

4 estrelas em 5

DL - dia 6 - Um copo de cólera

Dia 6: Um copo de cólera – Raduan Nassar

Livro curto, para ser lido de um suspiro, assim como foi rápido o estouro da cólera. Nada sabia eu sobre o livro. É uma experiência interessante, a leitura. Para se ter uma ideia da qualidade descritiva do autor, basta dar uma passada de olhos nas três primeiras páginas. O livro não conta bem uma história, ele é sentimento, é arte. Resenha de Leonardo aqui.

3 estrelas em 5.

DL - dia 7 - O último adeus

Dia 7: O último adeus de Sherlock Holmes – A. C. Doyle

Quando ganhei esse livro, e até o momento em que terminei de ler o primeiro conto, eu esperava dele um romance, uma história longa, que terminasse, por fim, no adeus literal desse célebre detetive. Para a minha (pequena) decepção, esse livro reúne 8 contos, que variam do médio ao excelente. Ótima leitura, apesar de não ter sido um romance.

4 estrelas em 5

Anúncios

5 Respostas para “Desafio Literário – 31 dias, 31 livros #1

  1. Vou fazer uma viagem dessa quando passar num concurso 😀

    Mas a ideia é muito boa mesmo. Só o fato de ser 31 autores diferentes já cativa e empolga.

    PS: piada interna: perdi meus 50 conto :’-(

  2. Só não faço este desafio pq se não endoido kkkkk É sério, não ia nem sair de casa enquanto não conseguisse terminar o “livro do dia”. De qualquer forma: parabéns. Acho que nos últimos dias deu uma preguiça kkkk

  3. Olá!

    Quero entrar no universo da literatura, especialmente à clássica,e pesquisando sobre,me deparei com o seu canal.Porém, acho que é um pouco tarde pra mim.Tenho 17 anos, e maioria começa a ler livros desde cedo.
    Você acha que eu ainda posso me tornar um leitor assíduo tão eficiente quanto aqueles que leêm desde pequeno?

    Ficarei muito grato se me responder!

    Um abraço!

    • Fique tranquilo, Lucas, e tenha paciência. Um livro de cada vez e antes dos vinte você já terá lido muita coisa boa. Até os trinta, muitos clássicos, e ainda virão os quarenta, cinquenta, sessenta… Tempo não lhe faltará, mas comece hoje, comece agora, e comece com um bom livro, que lhe dê prazer ler. Não incentivo de começar com algum clássico difícil só pra dizer que leu. Procure livros bons mas que divirtam você. Abraços e boas leituras!

  4. Sinceramente, achei a ideia fantástica, mas, por favor, me ajude entender como ler 1 livro por dia. De quanto tempo você dispõe para essa façanha diária. Você usa alguma técnica de leitura?
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s